screen-shot-2016-09-26-at-8-32-13-am

Por Eliane Brum

Em uma cena de #Matrix, ícone do final do século 20, um traidor da resistência negocia os termos de sua rendição enquanto se delicia com um suculento filé.

Ele sabe que o filé não existe, que é um programa de computador que o faz ver, sentir o cheiro e o gosto da carne, mas entregaria sua alma em troca de voltar ao mundo das ilusões.

Ele sacrifica a luta, os amigos e a ética em troca de um desejo: voltar a ser cego. Ou voltar a acreditar no filé.

Talvez o mal-estar do nosso tempo seja o de que já não é possível escolher entre a pílula azul e a vermelha.

O mal-estar se deve ao fato de que talvez já não exista a pílula azul – ou já não seja mais possível a ilusão.

O dilema atual é que acreditamos no filé, sabemos que ele existe. Desejamos o filé e temos prazer com ele.

Ao olhar para ele, porém, não enxergamos apenas “o deserto do real”, mas algo muito mais encarnado e cada vez mais inescapável: enxergamos o boi.

É terrível enxergar o boi. E é impossível deixar de enxergá-lo.

Somos os nazistas das outras espécies.

Nossa superpopulação de humanos impôs a escravização e a tortura cotidiana de outras espécies.

Milhões de bois, galinhas e porcos nascem apenas para nos alimentar em campos de concentração aos quais damos nomes mais palatáveis.

A vaca real nasce em cativeiro, filha de outra escrava.

A vaca que quase não se move, cuja existência consiste numa longa série de estupros por instrumentos que se enfiam pelo seu corpo para fecundá-la com o sêmen de outro escravo.

Então ela engravida e engravida e engravida de bezerros que dela serão sequestrados para virar filés, para que suas tetas sigam dando leite delas tirados por outras máquinas.

Como ser ético num mundo sem ilusões, em que cada ato implica na tortura e no sacrifício de um outro, humano e não humano?

O tempo das ilusões acabou. Nenhum ato do nosso cotidiano é inocente.

O texto completo está aqui:

http://brasil.elpais.com/brasil/2016/02/29/opinion/1456756118_797834.html

Informe-se, repense seu consumo. Reflita. Mude. Dê o primeiro passo. Elimine a crueldade do seu dia a dia. Um dia por semana pode fazer um mundo de diferença.

#AHIMSA #SegundaSemCarne #TodoDiaSemCarne #LunesSinCarne #LundiSansViande #MeatFreeMonday #MeatlessMonday #GoVegan #Vegan #Vegetariano #WeekdayVeg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog

Últimas postagens

Newsletter

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba notícias e informativos