pig

Hoje é #SegundaSemCarne e vamos aproveitar o título do campeonato brasileiro para homenagear o #Palmeiras e lembrar os torcedores racionais de todos os times que os #porcos são animais sencientes, tão os mais inteligentes que cachorros, carinhosos, que interagem muito bem com humanos e que bacon não é vida: é tortura e morte para os porcos, veneno para quem come e dinheiro para indústria da carne e da doença.

De acordo com dados oficiais do #IBGE, em 2015, o Brasil matou 1 porco, 1 boi e 180 frangos por segundo.

Os dados mostraram um recorde no abate de suínos, com 9,7 milhões de animais mortos em 90 dias. Desde que a pesquisa pecuária do IBGE começou a ser realizada, em 1997, nunca havia sido registrado um número tão grande.

Antes de serem cruelmente assassinados, os porcos vivem confinados do nascimento ao abate e não têm espaço nem para deitar confortavelmente.

As porcas gestantes são forçadas a parir atadas a uma fivela, apertadas na baia.

No abate, o atordoamento é feito com um choque elétrico na cabeça e o animal é jogado num tanque de água fervendo após o sangramento, para facilitar a retirada da pele.

Seu paladar não vale mais do que a vida de um animal que sente dor e medo, de um animal capaz de amar e sofrer. Passou da hora de deixarmos de ser egoístas e olharmos além dos nossos próprios umbigos.

Sabendo o que se sabe sobre o que os animais passam para chegar às nossas mesas, não se pode alegar ignorância sem constrangimento.

Informe-se, repense seu consumo. Reflita. Mude. Dê o primeiro passo. Elimine a crueldade do seu dia a dia. Um dia por semana pode fazer um mundo de diferença.

FONTES:
super.abril.com.br/ciencia/deveriamos-parar-de-comer-carne/
vista-se.com.br/brasil-mata-1-boi-1-porco-e-180-frangos-po…/

#AHIMSA #GoVegan #VireVegano #TodoDiaSemCarne #LunesSinCarne #LundiSansViande #MeatFreeMonday #MeatlessMonday #Vegan #Vegetariano #WeekdayVeg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog

Últimas postagens

Newsletter

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba notícias e informativos